4 motivos para você presentear alguém com o livro neste Natal

Os livros são sempre bons presentes, mas existem aqueles que nos marcam, trazendo reflexões à vida pessoal, profissional e espiritual. Lembro-me de quando recebi um exemplar de As Aventuras de Malí e Tetéo, fiquei tão fascinado pelo primeiro capítulo que não consegui parar de ler! Passei horas consecutivas, lendo e assinalando os trechos favoritos, em um sábado ensolarado.

Por isso, quero compartilhar com você 4 motivos para conhecer esta obra e presentear uma pessoa querida neste Natal, com algo enriquecedor não apenas para crianças e adolescentes, mas também para adultos, pais e influenciadores.


Motivo 01: Uma história real. A ideia do livro surgiu na U.T.I de um hospital em Joinville (SC), enquanto o autor visitava sua irmã em situação delicada de saúde, sob risco de morte. No desejo de vê-la livre daquela condição, contou que estava escrevendo uma história infantil, tendo-os como personagens principais, para encorajá-la a continuar lutando pela recuperação. Tempos depois, o incentivo foi concretizado através desta obra literária, nascida do objetivo de inspirar o maior número possível de pessoas.


Motivo 02: Imaginação. A cada capítulo você conhece personagens diferentes, com aparência e personalidade peculiar, cheios de rico simbolismo e significado, o que faz com que você facilmente associe-os com amigos, familiares, conhecidos – e com você mesmo! É aquele tipo de leitura que projeta um cinema colorido e criativo na mente do leitor, transportando-o para dentro da trama com simplicidade, originalidade e criatividade, produzindo diversão e emoção.


Motivo 03: Conhecimento. Um livro ideal para ser utilizado em projetos pedagógicos de incentivo à leitura, à cultura e à filantropia. Em 2019 testemunhei esta história alcançando diversas escolas das redes pública e particular de Joinville e região, o que produziu inúmeros depoimentos entusiasmados e compartilhamentos, por parte dos docentes que aplicaram projetos literários com seus alunos. A obra conta com 28 capítulos curtos e salpicados com ilustrações, logo, a dica para os pais é que leiam um capítulo por dia com os filhos, gerando assim expectativa e criando nos pequenos a cultura do prazer literário.


Motivo 04: Reflexão. A história convida a refletir sobre família, superação, o valor das amizades e fé cristã, por meio de uma leitura divertida, envolvente e de fácil compreensão. Em tempos de ascensão das redes sociais, que frequentemente reforçam o individualismo e aprisionam crianças às telas digitais, a proposta de leitura com um livro físico com mais de 30 ilustrações faz pequenos e grandes viverem uma aventura infantil cheia de cumplicidade, simplicidade e profundidade, através desta história inspiradora.


Deixo o convite para você adquirir esta fantástica obra, bem como presentear amigos e familiares de todas as idades, pois a infância interior não tem idade. As Aventuras de Malí e Tetéo me faz acreditar que das histórias reais mais difíceis nascem as reflexões mais belas, que nos inspiram sempre a viver melhor.


Rodolfo Garcia Junior

Leitor das Aventuras de Malí e Tetéo




9 visualizações